Swift

A Maior Vaca do Mundo



Vivia na fazenda a maior vaca do mundo. Na verdade, talvez ela nem fosse a maior vaca do mundo, mas precisava de todo jeito dar conta do recado, porque para os outros ela era mesmo a maior vaca que existia, e não importava o tamanho do úbere, o leite daquela vaca não poderia faltar. É que nela matavam a fome muitos e muitos terneiros, uma horda, uma multidão, um bando, tudo assim, no coletivo. Para a vaca nada de seca, fome ou crise, pois mesmo quando ela dizia que isso é o que ocorria, era preciso sossegar os terneiros, dar cabo dos muxoxos e ir alimentando com seu leite interminável todos os animais e reis daquela fazenda. Pobre vaca, diziam uns, uma hora seca, falavam os outros. Contudo A Maior Vaca do Mundo seguia sua sina de fonte perpétua, tudo isso guardando um grande segredo (ou nem tão segredo assim) sobre como mantinha energias para continuar dar de mamar: A vaca se alimentava bem, comia povo, no café, no almoço e no jantar. Povo frito, povo assado, desiludido, indignado, povo manso, churrasco de povo, porque enquanto tivesse povo pra achacar não haveria a pobre vaca de abandonar sua "sina".

Texto publicado nesta sexta-feira no Jornal Destak de Pantano Grande-RS

Outros Posts interessantes

0 comentários

Flickr Images